Cicatrizes de Acne (espinhas)

As cicatrizes de acne podem ser quelóides, hipertróficas e atróficas.

Deve ser explicado sobre a melhora estética mas expectativas irreais podem tornar insatisfatório para o paciente e ao médico. 


Como tratar:

Cada caso será individualizado e tratado da melhor forma, é importante entender que alguns casos podem ser necessários mais ou menos sessões de tratamento. A combinação de tratamento também é possível.


Cicatrizes atróficas (pontos deprimidos)

- Ácidos e peelings: promovem a descamação da pele e o estímulo do colágeno no local deprimido. Pode ser realizado Jenser, ATA e  ácido retinóico ou a combinação destes dependendo de cada caso. 

- Preenchimento com ácido hialurônico

- Microagulhamento: deve ser profundo nesses casos causando microtraumas até a profundidade da cicatriz para melhor estimulo de colágeno e regularização da superfíficie da pele.

- Laser:  “resurfacing” com laser ablativo fracionado com alta energia e densidade pode nivelar a pele e melhorar a textura e o aspecto das cicatrizes. 

- Subcisão: é uma pequena cirurgia que “solta” a fibrose sob a pele mas causa hematoma e edema importante local.


Cicatrizes hipertróficas e quelóides

-As infiltrações de corticóides diminuem o tamanho e a coceira ocasionada por essas lesões.

-A ressecção cirúrgica deve ser cautelosa nos quelóides em associação com outros tratamentos locais. 

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

Clínica Desireé Lee. Dermatologia 2018. Todos os diretos reservados.

Telefone: (11) 3251-1800 | Celular: (11) 96905-1800