Rosácea

Rosácea é uma afecção crônica da face que costuma acometer a região malar e nasal, caracterizada por eritema (vermelhidão), edema (inchaço), telangiectasias (vasinhos) e pápulas que podem ser acompanhadas por pústulas e nódulos.

Acomete tanto homens quanto mulheres mas é mais frequente em mulheres.

 

Fatores desencadeantes ou de piora: 

- Luz solar

- Álcool

- Vento

- Calor

- Alimentos quentes

- Fatores emocionais

- Alimentos picantes

- Banhos quentes ou saunas

- Uso de corticoides 

- Uso de vasodilatadores (medicamentos)

 

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

  • Rosacea eritemato-teleangictasico (grau I)

    • Eritema persistente com ou sem telangiectasias

    • Área centro-facial

 

  • Rosacea pápulo-pustulosa (grau II)

    • Nas áreas eritematosas surgem pápulas + pústulas

    • Há edema.

 

  • Rosacea infiltrativa-nodular (grau III)

    • Placas eritemato-edemato-infiltrativas + nódulos + abscessos

    • Região mentoniana e nasal

  

  • Rosacea fulminans (grau IV)

    • Quadro agudo de aparecimento súbito

    • Intensa reação inflamatória + nódulos + abscessos

 

  • Rosacea ocular

    • Em cerca de 50% dos doentes

    • Blefarite, conjuntivite, episclerite, irite e queratite

 

  • Induzido por uso prolongado de corticoide

 

DIAGNÓSTICO

É clinico feito por médico dermatologista. Em casos extremos pode ser necessário biópsia para diferencial de outras doenças como lupus, por exemplo 

 

TRATAMENTO

Medidas gerais: evitar desencadeantes citados acima

 

Medicamentos sistêmicos

Casos graves de rosácea ou rosácea ocular: 

Tetraciclina 500mg/dia

Doxiciclina 200mg/dia ou 100mg/dia 

Isotretinoína em formas graves ou resistentes com dose de 0,5 a 1,0 mg/kg/dia

 

Medicamentos tópicos

Evitar o uso excessivo de sabões e soluções. Usar sabonetes para peles sensíveis ou gel de limpeza e hidratantes sensíveis. Evitar tudo que for irritante a pele.

ATB tópicos com efeitos anti-inflamatórios associados (eritromicina ou clindamicina ou metronidazol)

Não se deve corticóides pelo risco de efeito rebote. 

Brimonidina (mirvaso): agonista do receptor alfa2-adrenérgico e age no processo vascular da rosácea com melhora temporária da vermelhidão.  

 

Laser - Luz intensa pulsada: Nos casos de apenas telangiectasias (vasinhos), não há nenhuma droga efetiva, a luz intensa pulsada é realizada na região para melhora do aspecto estético dessa vermelhidão e pode destruir os vasinhos. 

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

Clínica Desireé Lee. Dermatologia 2018. Todos os diretos reservados.

Telefone: (11) 3251-1800 | Celular: (11) 96905-1800